Cidade & Região

Manifesto sobre a situação da Câmara Municipal de Uberlândia

Diante dos últimos acontecimentos, com a decretação da prisão da maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Uberlândia, em duas operações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Minas Gerais, a Associação Comercial e Industrial de Uberlândia – Aciub, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Regional Vale do Paranaíba – Fiemg, e o Sindicato Rural de Uberlândia, manifestam profunda preocupação com a situação do Legislativo na cidade.

Reforçamos a nossa posição a favor da transparência, ética e responsabilidade, e entendemos ser fundamental que todos os fatos sejam apurados e esclarecidos, e uma vez respeitadas todas as garantias constitucionais, principalmente a do contraditório e ampla defesa, sejam responsabilizados todos os envolvidos e aplicadas as penas na forma da lei.

Além disso, entendemos ser de essencial importância a tomada de providências urgentes para regularização das atividades do Legislativo Municipal, evitando, desta forma, situação de instabilidade que possa ocasionar prejuízos e afetar toda a comunidade.

Entendemos que estas denúncias são graves, e acompanharemos todo o processo de apuração dos fatos e responsabilização dos envolvidos,sendo necessárias a realização de revisões de processos, normas, e implantação de políticas de efetivo controle social para evitarmos ocorrências de irregularidades no uso do dinheiro público.

Atenciosamente,

Paulo Romes Junqueira

Associação Comercial e Industrial de Uberlândia – Aciub

 

Pedro César Spina

Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Regional Vale do Paranaíba – Fiemg

 

Gustavo Galassi Gargalhone

Sindicato Rural de Uberlândia

Deixe uma resposta