Cidade & Região

Jovem morre com 12 disparos, após já ter sido rendido em ação policial

No dia 17 de dezembro, por volta das 17h30, a Polícia Militar de Monte Carmelo, recebeu uma denúncia e se dirigiu ao Alto da Vila Nova. No local foi encontrado Islan Ernesto dos Santos Junior de 25 anos, foragido. Segundo a família, este pretendia se entregar na cidade de Uberlândia-MG, após o natal.

Segundo vizinhos e transeuntes que presenciaram o fato, e que não autorizaram a divulgação de seus nomes, por medo represálias, tudo ocorreu de forma contrária ao descrito no Boletim de ocorrência, pois, Islan Junior já estava na parede, com as mãos para cima, sendo revistado e rendido pelos militares, todavia, o jovem foi encaminhado novamente para o interior da residência, e após o fato, escutou-se os tiros.

Segundo Boletim de ocorrência foram 12 disparos. Informações de familiares e presentes, afirmam que Islan já estava sem vida, quando jogado no compartimento da viatura.

Não foi acionada ambulância, SAMU e perícia no momento dos fatos, sendo que, a pericia só foi realizada depois de várias horas, indicando que a cena do crime não estava preservada. O militar não se apresentou no plantão em Patrocínio-MG, haja vista estar ele em flagrante delito, podendo ser preso.

As imagens do corpo de Islan Ernesto foram divulgadas de forma brutal já no Pronto Socorro Municipal.

A família garante que tomará as devidas providencias quanto à apuração dos fatos e da divulgação do corpo no Pronto Socorro local. Afirmam acreditar na Justiça e esperam que tudo seja devidamente esclarecido.

 

Afinal, o que está acontecendo com a cidade de Monte Carmelo?

“Não é porque meu irmão estava com mandado de prisão em aberto que merecia a morte,

ele tem família e estamos sofrendo” (irmã de Islan)

Deixe uma resposta