Cidade & Região

Avanços no tratamento do câncer foram discutidos em Simpósio em Uberlândia

Evento ainda contou com a palestra do maestro João Carlos Martins que promoveu reflexões sobre resiliência e esperança

Discutir e explorar assuntos em destaque relacionados à saúde e as recentes descobertas, avanços e evoluções que visam o bem-estar do paciente em tratamento do câncer, foi o objetivo da 11ª edição do Simpósio de Oncologia, promovido pelo Centro Oncológico do Triângulo – COT, do Grupo Oncoclínicas, no último sábado (14). O evento que aconteceu no Center Convention trouxe uma programação repleta de palestras, mesas redondas e estudos de casos que reuniram médicos, profissionais da área de saúde e em uma iniciativa inédita, a comunidade também participou.

Dentre os inúmeros assuntos abordados, a importância da prevenção e a necessidade da transformação do estilo de vida, foi um dos temas de destaque com a palestra de abertura, ministrada pela médica Dra. Silvia Lagrotta, que estimulou os participantes a refletir em como o cuidado e a manutenção de hábitos podem proporcionar melhorias na saúde, levando ao bem estar e até mesmo prevenir ou estagnar a evolução de doenças. Para a palestrante, é uma iniciativa diferenciada promover esta discussão em um ambiente em que se tem como foco a oncologia. “Estou muito satisfeita por estar aqui. É uma iniciativa que me deixa impressionada, em um momento que irá discutir sobre a oncologia, ter este cuidado em me trazer aqui para poder fazer as pessoas refletirem um pouco sobre seus propósitos”. A palestrante ainda destaca a relevância de abordar o tema junto aos profissionais da área de saúde presentes. “Nós, profissionais da área, esquecemos da nossa própria saúde. No fim, podemos estar mais doentes que os próprios pacientes, então é maravilhoso poder estar presente para falar sobre a importância de adotar hábitos saudáveis, obter qualidade de vida, e no fim prevenir as causas de doenças”, finaliza.

Como novidade deste ano, a programação aberta à comunidade ofereceu palestras gratuitas sobre temas do cotidiano relacionados à saúde, visando a disseminação de conhecimento relevante para a população. O médico oncologista, do Instituto de Hematologia e Oncologia de Curitiba (IHOC), do Grupo Oncoclínicas, Dr. Elge Werneck, compartilhou seus conhecimentos com a comunidade sobre os cuidados paliativos no tratamento do câncer, e ainda participou do painel para médicos falando sobre o câncer renal. Para o especialista, a abertura do evento com palestras para a população traz benefícios e promove o acesso à informação. “Esta é uma novidade brilhante, que aproxima a comunidade de informações tão relevantes. É um posicionamento que promove a saúde pública e permite que a população se beneficie dos conhecimentos adquiridos imediatamente. Sem contar que é gratificante palestrar para este público que responde com atenção, carinho, zelo e respeito pelo nosso trabalho”, finaliza.

Uma das referências nacionais em cardiologia e telemedicina, Dr. Roberto Botelho, que é CEO do UMC – Uberlândia Medical Center, também participou do evento e reforçou o destaque da oncologia da cidade de Uberlândia e o papel deste Simpósio para levar esta importância para o cenário nacional. “Uberlândia tem uma liderança macrorregional em qualidade de medicina e na oncologia esta excelência é histórica. Entregar essa qualidade de conteúdo para comunidade do Triângulo Mineiro é responsabilidade de Uberlândia, e reforça a importância da região”, comentou.

Para a diretora do COT, Dra. Valéria Ribeiro, o sucesso do evento se repete e marcou a realização de um sonho para a equipe do COT com a abertura à comunidade com uma programação exclusiva. “Esta edição marca mais um momento especial, com a execução do painel voltado à comunidade, o que sempre foi um sonho de nossa equipe e tornou-se realidade. Por alguns anos estudamos esta possibilidade e buscamos estruturar uma programação com temas relevantes que de fato contribuíssem para este público. Ver a adesão da população foi muito gratificante! Além disso tivemos a presença dos médicos e profissionais da saúde que sempre nos encantam com sua participação, assim como com as palestras dos convidados para compartilhar os conhecimentos com todos. Para fechar tivemos um momento inspirador com o Maestro João Carlos Martins, que nos emocionou e fascinou com sua garra para viver”, completou a diretora do COT.

 

Maestro João Carlos Martins encerrou o evento com reflexão sobre resiliência e força de vontade

Uma reflexão sobre a resiliência e força de vontade marcou o encerramento do Simpósio, que recebeu o maestro João Carlos Martins. Para o músico, é uma honra participar de eventos como este que, além de contar com a presença de médicos e profissionais multidisciplinares, também tem o cuidado de compartilhar conhecimento sobre oncologia e saúde com a população. “Fazer um Simpósio regional onde as comunidades também podem acompanhar as informações compartilhadas, me faz sentir orgulhoso por participar, pois, após a realização de 24 cirurgias para continuar tocando, busco exemplificar que a determinação e a superação fazem parte do processo de recuperação”, destacou o palestrante.

O pianista ainda compartilhou com o público uma experiência de um caso de tumor na família reforçando a importância da esperança. “Meu pai foi diagnosticado aos 37 anos com câncer e foi alertado que teria apenas alguns meses de vida, porém a resposta dele ao profissional foi de que não o conheciam, e então seriam surpreendidos. E assim aconteceu, ele faleceu aos 102 anos em um acidente. Poder compartilhar esta história é um motivo a mais que me faz sentir um prazer enorme em participar deste evento”, finalizou o pianista.

Deixe uma resposta