Agronegócio

Energia Solar Fotovoltaica na Cafeicultura foi tema de evento realizado pela monteCCer

Em parceria com a Associação Brasileira de Energia Solar – ABSOLAR o evento contou com
participação expressiva de produtores cooperados, empresários, autoridades e estudantes
de Monte Carmelo e região.

Sabendo da importância de nossas fontes de energia serem renováveis e limpas, a monteCCer,
depois de quase dois anos de estudos e pesquisas sobre o assunto e as tecnologias relacionadas à aplicação
da energia solar fotovoltaica na cafeicultura, realizou no dia 19/07 um workshop com o objetivo de orientar
os participantes, principalmente aqueles ligados ao agronegócio, como usar essa nova matriz energética de
forma adequada, econômica, aproveitando ao máximo os benefícios e evitando erros nos projetos e
instalações.

O evento, com mais de 200 participantes presentes, aconteceu no Pelicano Eventos, na cidade
de Monte Carmelo e contou também com apoio do SEBRAE e do Grupo Líder – Coração do Cerrado. Na
programação constava apresentações de profissionais com grande expertise no setor de geração distribuída.
Na abertura, o presidente da monteCCer e da Região do Cerrado Mineiro Francisco Sérgio de
Assis falou brevemente sobre a importância do evento para o setor do agronegócio, principalmente para a
cafeicultura que é a principal atividade da região, destacou a responsabilidade da monteCCer em trazer esse
tipo de conteúdo para os cooperados e a sociedade em geral e agradeceu o apoio da ABSOLAR e do sempre
parceiro SEBRAE, que muito contribuíram na realização do evento.

Na oportunidade, foi apresentado um vídeo institucional da Região do Cerrado Mineiro
mostrando como o resultado do trabalho e da atitude dos produtores da região tem sido importante para a
grande representatividade que o sistema, composto por cooperativas, associações, federação, fundação,
armazéns, exportadores e importadores, tem na cafeicultura nacional, se consolidando como a primeira e
única Denominação de Origem para café do Brasil.

Logo após, abrindo a sessão de apresentações, o Sr. Marcio Takata, Conselheiro da ABSOLAR,
mostrou um panorama geral sobre o tema do evento, citou o trabalho que a ABSOLAR vem desenvolvendo
no Brasil e ressaltou as oportunidades e desafios do setor para os próximos anos. Na sequência foi a vez do
Sr. Leonardo Mário Cavalcanti Goés, que atua na Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição
da AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA – ANEEL, comentar sobre a resolução normativa REN
482/2012, que estabelece as condições gerais para o acesso de microgeração e minigeração distribuída aos
sistemas de distribuição de energia elétrica do país. Leonardo reforçou, ainda, a importância de eventos de
orientação técnica, como o realizado pela monteCCer, e reafirmou o compromisso da ANEEL de contribuir
com a continuidade do crescimento do setor.

Também presente no evento, a Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG teve o seu
espaço para mostrar como funcionam os processos de homologação dos sistemas em sua rede. Na
apresentação, feita pelo Sr. Alan Faria Commaccio, Agente Comercial de Clientes Potencialmente Livres,
foram mostrados os desafios que a CEMIG enfrentou nos últimos dois anos com o crescimento exponencial
das solicitações de acesso e as soluções desenvolvidas para dar agilidade aos processos de avaliação e
aprovação dos projetos para atender a alta demanda.

Depois de um pequeno intervalo, para um coffee break e networking, as empresas WEG S/A,
representada pelo coordenador de vendas de energia solar em Minas Gerais, Andrei Getnerski, e a empresa
ILUMISOL, com o diretor comercial Júlio Santos, tiveram a oportunidade de mostrar cases de sucesso na
implantação da geração de energia solar fotovoltaica, com clientes no setor urbano e rural, além de
informações importantes sobre o processo, desde a elaboração do projeto até o pós-venda.

Encerrando as apresentações técnicas, o Sr. Gláucio Roberto Tessmer Hax, que é coordenador
técnico de projetos do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento em Telecomunicações – CPQD, fez uma
brilhante palestra falando da importância de se fazer um projeto adequado, seguindo todas as normas dos
órgãos competentes e da escolha de empresas sérias, que trabalhem com segurança, equipamentos de
qualidade e procedência. Gláucio relatou e exibiu imagens reais de vários problemas comuns em instalações
realizadas de forma incorreta e os problemas e prejuízos causados nessas situações.
Para fechar o evento, foi aberto um espaço para que os participantes pudessem apresentar e
sanar suas dúvidas com a ajuda dos palestrantes do evento. O alto nível de conhecimento técnico dos
convidados foi um diferencial muito grande que, com certeza, contribuiu para que o público pudesse sair
orientado e preparado para iniciar projetos de energia solar fotovoltaica.
Por fim, o presidente da monteCCer Francisco Sérgio de Assis agradeceu a presença de todos,
reforçou os agradecimentos aos palestrantes convidados e mencionou, outra vez, o grande apoio da
ABSOLAR na pessoa do seu presidente Sr. Rodrigo Lopes Sauaia que se esforçou e mobilizou as entidades e
empresas ali presentes.

E mais uma vez mostrando que a monteCCer faz parte de uma região de atitude, Francisco Sérgio
convidou à frente a representante do Centro Educacional Infantil Municipal Judith Cardoso Naves, junto do
prefeito municipal Saulo Faleiros Cardoso, e também alunos e professores representantes da Escola Estadual
Professor Vicente Lopes Peres para a entrega simbólica da doação dos valores arrecadados com as inscrições
solidárias do evento, totalizando um valor de R$4000,00, divididos igualmente entre as duas instituições.

Deixe uma resposta