Cidade & Região Eventos

CEO do Social Bank abre Congresso da Juventude e faz reflexão sobre ousadia para fazer acontecer

Com o objetivo de contribuir com quebra de paradigmas e incentivar os jovens a modernizar suas visões sobre empreendedorismo e economia, possibilitando novos caminhos, o CEO do Social Bank, Rodrigo Borges, conduziu a palestra de abertura do 8º Congresso da Juventude, na manhã desta terça-feira (25). Com o tema ‘Acredite! É a sua vez de fazer acontecer’, o evento reuniu estudantes com idade entre 14 e 24 anos de escolas das redes pública e particular. Este congresso é uma realização da Prefeitura de Uberlândia e conta com o apoio do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e da Vara da Infância e da Adolescência.

Ao contar um pouco de sua história, lembrando desde sua origem em uma família humilde em Uberlândia, até se tornar o empreendedor responsável pela Holding Hub Prepaid, líder do mercado de meios de pagamento na América Latina, e CEO do Social Bank, Rodrigo Borges destacou que sempre acreditou e agiu para a construção deste caminho, tendo aceitado participar do Congresso com o objetivo de incentivar os jovens a terem atitudes positivas para mudar, transformar e fazer a diferença. Na explanação, ele lembrou que quando se fala em inovação, quando se tem ideias transformadoras, é comum que as pessoas sejam chamadas de loucas, mas existe uma diferença entre ser louco e ousado. “Quem age por impulso, sem preparo e rumos definidos pode ser louco, mas quem tem visão, se organiza, planeja, capacita e desenvolve competências é ousado. Isso é o que compartilhamos com estes jovens, incentivando-os a serem ousados, acreditar, buscar o diferencial e ter a capacidade de trilhar caminhos novos. Para isso acontecer depende da vontade, da busca e preparo”, destacou o empreendedor.

A origem do Social Bank e o seu papel na implantação de um projeto de ecossistema financeiro sustentável, tendo Uberlândia como referência, foi destacada na apresentação de Rodrigo Borges, que lembrou aos jovens que este é o momento de experimentarem uma forma diferente de lidar com as finanças, saindo do jeito tradicional dos bancos, possibilitando que as pessoas tenham independência e não fiquem presas a taxas e processos burocráticos. “Esta iniciativa promove uma ressignificação da sociedade, gera a possibilidade de todos ganharem, de atuarem de forma colaborativa e com novas possibilidades que jamais teriam nos formatos tradicionais. Ela é resultado de um objetivo, de um sonho, de uma ousadia que acreditamos e todos podem fazer também. Estes jovens precisam acreditar neles e contribuir com mudanças”, ressaltou.

Rodrigo Borges também destacou diferenciais oferecidos pelo Social Bank, como o serviço Social Cash, que oferece a possibilidade de pessoas realizarem empréstimos entre si, sem cobrança de nenhuma taxa pela instituição financeira, além de dezenas de outros benefícios que podem ser conferidos em www.socialbank.com.br.

Deixe uma resposta