Agronegócio Notícias

Brasil amplia participação nos principais eventos de café especial do mundo

Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), a participação de 60 empresários brasileiros em duas das principais feiras mundiais do segmento, a Global Specialty Coffee Expo, realizada em Seattle, nos Estados Unidos, e a World of Coffee, em Budapeste, na Hungria, pode gerar a realização de negócios na ordem de US$ 148,95 milhões, volume 19% superior aos US$ 125 milhões comercializados em 2016 nos dois eventos. As ações integram o calendário de atividades do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, que é desenvolvido em parceria pela BSCA com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

 Nos eventos, o trabalho centrou-se no estande da BSCA, que evidenciou o Brasil como a nação do café e apresentou, aos participantes de todo o mundo, a cultura, a tradição de sustentabilidade em produção e consumo e a história de sucesso do País na cafeicultura, destacando a paixão e o conhecimento pelo produto. No espaço, o público teve acesso a salas de degustação, onde foram realizadas sessões profissionais com os cafés especiais do Brasil e eventos particulares com os produtos dos associados.

O estande também contou com o “expresso bar”, onde foram servidos cafés especiais de várias as regiões produtoras do Brasil, nas formas de preparo “espresso” e “filtrado”, para evidenciar ao público que o País tem diversos cafés de excelência a oferecer. Os empresários brasileiros também contaram com um espaço reservado para a realização de encontros comerciais com parceiros internacionais e com novos compradores em potencial.

 O levantamento da BSCA aponta que, na feira dos EUA, em abril, os números foram mantidos em relação ao ano passado, com 35 participantes brasileiros projetando negócios de aproximadamente US$ 80 milhões até março de 2018. Já na feira realizada este mês na Europa, houve crescimento na participação e na estimativa de comercialização, com 27 empresários nacionais (+35% ante os 20 de 2016) estimando a concretização de US$ 68,95 milhões (+53,2% frente aos US$ 45 milhões do ano passado) em negócios no ciclo de 12 meses.
A diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, explica que o trabalho de promoção realizado em parceria com a Apex-Brasil possibilita, desde seu início, em 2008, a ampliação dos contatos comerciais em mercados internacionais específicos. “O plano de trabalho do projeto Brazil. The Coffee Nation permite que exploremos todas as potencialidades e qualidades dos cafés especiais do Brasil e isso vem atraindo expertos na bebida e, consequentemente, o público em geral, ampliando o conhecimento sobre o produto e o poder de penetração nos países consumidores”, destaca.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: