Entretenimento

Artista Plástico retrata tragédias marcantes do Ano de 2015, através de presépios natalinos.

O escultor Alex Roch, teve o intuito de produzir algo que provocasse reflexão a população retratou em sua obra a  tragédia de Mariana ( MG) e o massacre ocorrido em Paris, que ocorreram no mês de novembro deste ano.

O presépio da Sagrada Família

imagem 1Presepio Mariana

O escultor para representar a lama que praticamente soterrou a cidade de Mariana (MG), utilizou um material específico de forno de cerâmica, produzido na região onde houve o desastre. Além disso, Alex também colocou pedras, pedaços de tijolos e galhos para representar a devastação, entre outros materiais de demolição.

“Coloquei só a Sagrada Família para mostrar que tudo ficou debaixo da lama. Não há mais nada onde deveriam estar os três reis magos, os animais e todo o resto. A intenção é fazer as pessoas pensarem em como será o Natal dessas vítimas e incentivar que continuem arrecadando doações para o povo de lá”, explica Alex.

O presépio Lagrimas Francesas

Nesta obra, o artista retratou o massacre que ocorrido em Paris ( França), no qual cerca de 100 pessoas morreram, e para isto  utilizou um cobertor azul para fazer a “moldura” do presépio. Também foram colocados 20 quilos de sal grosso no chão, representando as lágrimas. Já as peças integrantes do presépio estão caracterizadas em vermelho. As cores simbolizam a bandeira da França.

imagem 2 Ataque a parís

Nesta exposição em Jundiaí há 154 presépios de 34 expositores diferentes e pode ser visitada até 6 de janeiro. O museu Solar do Barão festa localizado na rua Barão de Jundiaí, 762, no Largo da Matriz, e funciona em horário especial até 22h.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2015/12/artista-retrata-tragedia-de-mariana-em-presepio-natal-e-tempo-de-reflexao.html

Deixe uma resposta